10 de Out. de 2017 às 07:00

Em Primavera do Leste, oito pessoas morreram vítimas de acidentes de trânsito neste ano

Município ocupa 5ª posição no ranking de acidentes em Mato Grosso segundo levantamento do Ciretran

Gazeta MT

Oito pessoas morreram em acidentes de trânsito, no perímetro urbano de Primavera do Leste, de janeiro a outubro deste ano. Em seis dessas ocorrências, as vítimas estavam de motocicleta e uma deles foi um atropelamento, enquanto o pedestre atravessava a avenida.

Este fato, em que um garoto de seis anos morreu, causou uma grande comoção e mobilização de autoridades e população. João Henrique Lopes foi atropelado por uma moto, próximo ao Lago Municipal. Ele foi vítima da imprudência do motociclista, Jocemar Batista França, 23, jovem que pilotava a moto em alta velocidade. O infrator teve prisão decretada em flagrante, porque o teste do bafômetro revelou embriaguez.

Primavera do Leste ocupa a 5ª posição no ranking de acidentes de trânsito, em Mato Grosso, segundo um levantamento considerando o número de habitantes, divulgado para imprensa, pela chefe da 40ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), Lenice Freitas. O Brasil, conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), também está na quinta colocação com mais mortes no trânsito.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) realizou um estudo, no período de janeiro a agosto de 2017, e os locais que mais ocorreram acidentes, em Primavera do Leste,  é na rodovia BR-070, com um registro de 90 ocorrências; área central também com o mesmo número e o Centro Leste, com 80. Essas ocorrências foram atendidas pelos profissionais, em caso que existissem vítimas.

Ainda conforme informações do SAMU, em média, eles são acionados sete vezes por dia, destas, duas a três são acidentes de trânsito. Em cada uma delas, o gasto unitário é de R$ 846,37. Já o mensal, é de aproximadamente R$ 76.173,30. Nesse valor estão inclusos: equipamentos, veículo, manutenção, equipe e medicamentos.

Ações

Para tentar diminuir os índices de acidentes na cidade, algumas ações estão sendo realizadas, umas delas é a  Campanha de Trânsito 2017. A iniciativa é do Grupo de Gestão Integrada (GGI).

Outra medida adotada pela Prefeitura, em Parceria com Câmara Municipal e órgãos de trânsito, foi à realização de um levantamento técnico a fim de melhorar a sinalização da Avenida do Lago, local de acontecimento de dois acidentes com vítima fatal, em menos de uma semana. Como medidas paliativas, serão instaladas, quatro redutores de velocidade.

O coordenador da Coordenação Municipal de Trânsito e Transportes Urbanos (CMTU), Thiago Lima, explica que quebras-molas não serão suficientes para melhorar a sinalização do local, o ideal seria faixa redutora com radar, porém, esse procedimento, só é possível por processo licitatório, que leva dias para realização. "Portanto, de imediato, a Prefeitura vai instalar quebra-molas. Além dessa localidade estamos também fazendo outro levantamento para realizar as devidas sinalizações no município, que estão além da Avenida do Lago. Iremos substituir as sinalizações danificadas, já demos início nas pinturas dos quebra-molas e vamos colocar mais redutores de velocidade nas vias. Além disto, estamos em parceria com a 40ª Ciretran para fazermos campanhas de conscientização também", diz o coordenador.

Conforme ele, alguns desses pontos que receberam a revitalização de sinalização, "é a Avenida dos Lagos, que passará a ter 12 quebra-molas em toda a extensão; Avenida São João; Avenida Porto Alegre; e alguns bairros. A Avenida Califórnia já foram instaladas as novas lombadas", ressaltou Thiago.

FROTA

Primavera do Leste tem uma frota de 52.338 veículos. Este número corresponde aos automóveis emplacados, no município. Ainda segundo o coordenador da CMTU, "Existem veículos emplacados em outras cidades, então, o fluxo é grande, diariamente, de outras cidades. Por isso, a estimativa é de que 70 mil veículos circulam em Primavera".

Novas CNH

Em 2017, de janeiro a agosto, foram expedidas, 960 Carteiras Nacional de Habilitação, CNH. Além de 3.762 renovadas.