10 de Jan. de 2019 às 08:47

Fórum sindical não aceita escalonamento e sinaliza greve geral em MT

Gazeta MT

O Fórum Sindical - entidade que representa sindicados do funcionalismo público do Estado - por meio de nota pública divulgada na tarde de quarta-feira (09), disse não aceitar o cronograma de escalonamento dos salários do funcionalismo apresentado pelo Governo na última semana.

Em reunião realizada com as lideranças sindicais, o governador Mauro Mendes (Dem) apresentou um cronograma para pagamentos. A proposta é de pagamento do 13ª dos aniversariantes de novembro e dezembro, além dos servidores comissionados, em quatro parcelas, cujo pagamento será concluído apenas em abril.

Já os salários relativos à folha de dezembro do ano passado, que só será quitada integralmente no dia 30 de janeiro. Sendo que habitualmente o pagamento deveria ser feito no dia 10 do mês subsequente ao trabalhado.

“Embora a reunião como o governador Mauro Mendes tenha sido muito importante para o início da relação Governo – Trabalhadores, ela não indicou qualquer alteração na determinação do Governo mudar a política de resolução dos problemas fiscais com o não pagamento dos salários dos servidores: 13º. de novembro e dezembro; salário de dezembro na data legal (até o dia 10) e, quanto ao RGA referente ao ano de 2018 sequer foi aventada solução pelo governo”, diz trecho da nota.

“Assim, respeitando a autonomia das entidades sindicais e as condições específicas de cada uma, fica aberta a decisão de paralisação ou não para este momento, porém, a indicação do Fórum é pela construção da Greve Geral Unificada a partir de fevereiro, após avaliação e deliberação conjunta de todos os sindicatos, inclusive da educação que encontra-se em férias coletivas”, acrescenta o documento.