10 de Jan. de 2018 às 13:41

Maggi nega informação de Fonseca sobre articulação para vinda de Mauro Mendes ao PP

Gazeta MT

Há poucos dias, o deputado federal Ezequiel Fonseca, presidente estadual do PP, teria confirmado que o atual ministro da Agricultura, Blairo Maggi, estaria articulando a filiação do ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, com vistas á disputa pelo governo do Estado em 2018. A informação foi repercutida pela imprensa da capital.

Mais recentemente, porém, o próprio Maggi negou a informação. Tal articulação colocaria frente a frente o grupo apadrinhado pelo ministro e o do atual governador Pedro Taques -PSDB, que deverá buscar a reeleição. Seria este o primeiro embate no processo eleitoral que deverá se iniciar oficialmente após o carnaval.

Mas Maggi esfriou os ânimos. "Eu não convidei o Mauro para se filiar ao PP e nem para disputar o governo do Estado. Até porque a decisão tem que partir do próprio Mauro Mendes. Ele precisa decidir primeiro se quer ou não disputar as eleições e depois tentar construir", disse.

Convidado por Taques, ainda no ano passado, o PP não se posicionou como aliado. Blairo deverá se reunir com o tucano para definir posicionamento. "Pretendo me reunir (a partir de março) com os partidos e ouvir a análise de cada um. Se pudermos, nem que seja por maioria, ter um projeto único, será melhor para todo mundo e para o Estado. Mas quero ouvir os líderes dos partidos antes de tomar a minha decisão e apresentar ao meu partido", afirmou.

Sachetti, PP e vice

Até o momento, a possibilidade mais forte é a da confirmação de Mauro Mendes como candidato ao Governo pelo DEM, que aguarda sua filiação para fevereiro, data da convenção nacional. Neste cenário, articula-se a vinda do deputado federal Adilton Sachetti, pelo PP, a vice na chapa.

Também assim, se enfraquece a ala tucana de Taques.