6 de Jan. de 2017 às 07:48

Empresa de Energia São Manoel investe em indígenas

Companhia destinará R$ 10 milhões para o financiamento de obras nas aldeias localizadas na área de abrangência da UHE São Manoel

Gazeta MT

A Empresa de Energia São Manoel (EESM) e a Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI) assinaram recentemente o protocolo de intenções para a execução dos projetos relacionados a saúde indígena nas áreas de abrangência do empreendimento que, atualmente, está em fase de construção e localizado entre os municípios de Paranaíta (MT) e Jacareacanga (PA). O documento visa garantir a execução das obras, estimadas em 10 milhões e que tem como principal objetivo conceder melhorias para os povos indígenas Kayabi, Munduruku e Apiaká. A oficialização do compromisso ocorreu ao longo do Encontro de Coordenadores Distritais de Saúde Indígena e do Fórum de Presidentes de Conselhos Distritais de Saúde Indígena, em Brasília.

O protocolo de intenções, que antecede o acordo de cooperação a ser firmado, prevê construções de Sistemas de Abastecimento de Água (SAA) e Unidades Básicas de Saúde Indígena, que deverão receber as mobílias e os equipamentos médicos necessários a fim de garantir a excelência na qualidade e no atendimento local. Estas ações fazem parte da Plano Básico Ambiental do Componente Indígena da UHE São Manoel e com a assinatura do documento, a EESM poderá iniciar o processo de contratação das obras.

Além das obras civis e de saneamento, a comunicação será informatizada. Isso porque, o documento inclui o compromisso de instalação do sistema de comunicação com internet e também de um radioamador. Tal recurso irá garantir a implantação de estruturas que viabilize a captação da energia solar e de outras fontes viáveis para geração de energia nos locais que prestarão os serviços de saúde.

Dia 21 de novembro, a Empresa de Energia São Manoel recebeu o anúncio da aprovação de todos os projetos por parte da Sesai. O processo de interlocução entre o empreendimento e o órgão, que é ligado ao Ministério da Saúde, começou no início da construção do empreendimento, em 2014, logo após a licença de instalação.