14 de Nov. de 2019 às 12:30

"Corrida Contra Diabetes” ocorre neste domingo em Cuiabá

A atividade esportiva terá duas modalidades – com trajetos de 5 e 10 quilômetros

Da redação com Assessoria

Foto: Reprodução

O Brasil parece disposto a renunciar à quarta colocação no ranking mundial de países com maior número de casos de pessoas com diabetes mellitus - em que figura atualmente atrás da China, Índia e Estados Unidos. Em Mato Grosso, este é um compromisso assumido pela população durante a primeira edição da "Corrida Contra Diabetes", que será realizada neste domingo (17 de novembro), em Cuiabá.   

Realizado pela Amad (Associação Mato-grossense de Atenção ao Diabético), o evento chega para reforçar a campanha internacional de prevenção aos problemas da diabetes, bem como para alertar sobre a importância do diagnóstico e tratamento preventivo. A atividade relembra o Dia Mundial do Diabetes (14 de novembro) - data instituída pela Federação Internacional de Diabetes (IDF, em inglês) e aprovada pela Organização das Nações Unidas (OMS). 

Conforme explica o diretor médico da Amad e presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia - Seccional Mato Grosso (Sbem-MT), o médico endocrinologista Marcelo Maia, a diabetes é uma doença que requer atenção. Ela pode ser caracterizada pelo aumento de açúcar no sangue devido ao mau funcionamento ou falta de insulina produzida pelo pâncreas.

"Existe a diabetes tipo 1, considerada uma doença autoimune, que acontece em crianças e pessoas mais jovens. Neste caso, a partir do diagnóstico, utiliza-se insulina para controlar os níveis de glicose de forma associada à alimentação equilibrada e ao exercício físico. E há a diabetes tipo 2, que se relaciona ao histórico familiar e à obesidade, mas pode ser prevenida através da manutenção de peso saudável, da alimentação equilibrada e da atividade física, como correr".   

Marcelo alerta que a diabetes é silenciosa nos casos do tipo 2 e em pacientes de risco. "Ou seja, pessoas com histórico familiar de diabetes tipo 2, obesos, sedentários e/ou pessoas acima de 40 anos. Esses pacientes devem realizar o teste de glicemia para rastreamento e diagnóstico precoce dessa patologia. Isto, pois algumas dessas pessoas podem estar com níveis de glicemia entre 130-150, que podem vir a causar lesões nos rins, olhos e coração sem apresentar sintomas", pondera. 

CORRIDA CONTRA DIABETES - A "Corrida Contra Diabetes" ocorre no dia 17 de novembro, a partir das 6h15, em Cuiabá. A atividade esportiva terá duas modalidades - com trajetos de 5 e 10 quilômetros (feminino e masculino). A largada e a chegada da competição serão no Parque das Águas. Com vagas para 500 pessoas, a corrida conta com apoio do Hospital Santa Rosa. Pela internet, é possível se inscrever pelo site Morro MT (https://www.morro-mt.com.br/