12 de Ago. de 2019 às 10:12

Atolada em dívidas, Santa Casa pode fechar as portas

Gazeta MT

Hospital de referência na região Sudeste do estado em cirurgias cardíacas e partos de alto risco, que tem 19 municípios e uma população estimada em cerca de 600 mil habitantes, a Santa Casa de Rondonópolis vive uma crise financeira sem precedentes, acumulando uma dívida de mais de R$ 24 milhões principalmente com médicos e fornecedores. A situação chegou a tal ponto que a direção do hospital já fala até em fechar as portas.

Como o hospital filantrópico presta serviços para o Sistema Único de Saúde (SUS), que paga valores módicos pelos procedimentos médicos executados na rede hospitalar conveniada, ele sempre dependeu de "ajudas" governamentais, que foram cortadas nos últimos anos e isso acabou levando a Santa Casa a acumular uma dívida impagável. Agora, o hospital corre atrás de apoio da sociedade e emendas parlamentares para pagar ao menos parte de suas dívidas e manter os atendimentos.

Mas é preciso uma solução mais definitiva, que talvez passe pela estadualização do mesmo, como já aconteceu com a Santa Casa de Cuiabá, que foi assumida pelo Governo do Estado recentemente, pois o que não pode acontecer é a população ficar sem os serviços médicos essenciais prestados na unidade.

O Buxixo entende que a medida é necessária, pois ao pé da letra, a Santa Casa é um hospital privado, mas é mantido com dinheiro público. Então, nada melhor que torna-lo público de uma vez...