8 de Out. de 2018 às 08:54

Grandes nas pesquisas, mas pequenos nas urnas, nomes conhecidos não conseguiram se eleger

Gazeta MT

As eleições deste ano forma marcadas pela enorme distância entre as pesquisas eleitorais produzidas ao longo da campanha e o resultado real nas urnas. Em Mato Grosso, para surpresa de muitos, nomes considerados certos à vitória ficaram de fora do Senado e Câmara Federal.

Para o Senado, o tucano Nilson Leitão -PSDB é exemplo. Colado Jayme Campos -DEM, era tido como eleitor garantido. Qual nada. Nem mesmo o cacique Democrata conseguiu a quantidade de votos que se esperava, acabou em segundo. Mais, votada, Selma Arruda -PSL, que nas pesquisas se mantinha inexpressiva, desbancou a velha turma, na onda do efeito Bolsonaro.

Outro que surfou nesta foi o deputado federal eleito Nelson Barbudo -PSL, deputado federal mais votado no Estado que desbancou o colega de partido e presidente do PSL em Mato Grosso, Victório Galli. O evangélico acabou naufragando. Não se reelegeu.

Aliás, com exceção do cacique emedebista Carlos Bezerra, toda a bancada mato-grossense na Câmara é novidade. Por último, outros dois nomes de peso que ficaram de fora: Valtenir Pereira - MDB e Ezequiel Fonseca - PP. 

Abaixo a lista (atualizada após a apuração de 100% das urnas):

Deputados federais

Nelson Barbudo (PSL) - 126.249 votos

José Medeiros (Podemos) - 82.528 votos

Emanuelzinho (PTB) - 76.781 votos

Neri Geller (PP) - 73.072 votos

Carlos Bezerra (MDB) - 59.155 votos

Dr. Leonardo (SD) - 52.335 votos

Professora Rosa Neide (PT) - 51. 015 votos

Juarez Costa (MDB) - 49.912 votos

 

Deputados estaduais

Janaina Riva (MDB) - 51.546 votos

Nininho (PSD) - 37.501 votos

Max Russi (PSB) - 35.042 votos

Eduardo Botelho (DEM) - 33.788 votos

Delegado Claudinei (PSL) - 29.988 votos

Guilherme Maluf (PSDB) - 29.959 votos

Dilmar Dal Bosco (DEM) - 28.827 votos

Sebastião Rezende (PSC) - 25.683 votos

Xuxu Dalmolin (PSC) - 23.764 votos

Lúdio Cabral (PT) - 22.701 votos

Valdir Barranco (PT) - 21.970 votos

Elizeu Nascimento (DC) - 21.347 votos

Valmir Moretto (PRB) - 21.261 votos

Faissal (PV) - 20.509 votos

Dr. João (MDB) - 19.836 votos

Thiago Silva (MDB) - 19.339 votos

Ulysses Moraes (DC) - 18.721 votos

Professor Allan (PDT) - 18.629 votos

Wilson Santos (PSDB) - 14.855 votos

Dr. Eugênio (PSB) - 13.458 votos

Silvio Fávero (PSL) - 12.059 votos

Dr. Gimenez (PV) - 12.058 votos

Paulo Araújo (PP) - 11.645 votos

João Batista do Sindispen (PROS) - 11.374 votos