8 de Nov. de 2019 às 07:53

MPE pede arquivamento de investigação contra vereador de Cuiabá

Gazeta MT

O Ministério Público Estadual (MPE) decidiu por arquivar um inquérito contra vereador Adevair Cabral (PSDB), que apurava os crimes de prostituição de menores. O pedido de arquivamento foi protocolado pelo promotor Luciano Freiria de Oliveira, da 9ª Promotoria de Justiça de Várzea Grande, protocolou na quarta-feira (7).

O inquérito havia sido aberto após o órgão ter recebido uma denúncia anônima de que a sede reativa da Associação dos Servidores da Prefeitura de Cuiabá (Aspe) estaria sendo usada pelo tucano para promover prostituição de menores. Além do vereador, ainda foi denunciado Jaburitã Francisco Nunes.

De acordo com o promotor, diversas diligências foram realizadas para apurar o caso e ficou comprovado que o Club Aspe não realizava eventos nas datas informadas na denúncia. Sem provas concretas, o promotor decidiu pelo arquivamento das investigações.

“Neste contexto, a denúncia anônima restou isolada. Sendo assim, não há provas suficientes sequer para a instauração do IP (Inquérito Policial)”, diz promotor em decisão.