16 de Maio de 2019 às 11:11

Jayme responde a ataques após voto contra Sergio Moro

Gazeta MT

O senador Jayme Campos (DEM) disse que não tem medo de mídias sociais e chamou de fascistas os internautas que o chamaram de diversos nomes por causa de seu voto a favor de transferir o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Justiça para o Ministério da Economia. Disse também que votou de acordo com sua consciência e com o que acredita e vai propor que o Coaf se torne um órgão independente, com juiz próprio.

Buxixo relembra aqui o caso dos votos. Além de Campos, o deputado federal Valtenir Pereira votou pela transferência do Coaf. O resultado em Brasília foi tido como uma das primeiras de muitas grandes derrotas do governo Jair Bolsonaro e seus ministros.

"Particularmente, estou tranquilo. Não estou preocupado com redes sociais de algum fascista. Eu voto conforme a consciência, até porque quem votou em Jayme Campos, sabe, sempre disse, nunca menti, que votarei de forma independente e particularmente pelo que for bom para o Brasil. Isso fiz, estou tranquilo, e se tiver outra votação que não for de acordo com o interesse público, votarei contra", disse Jayme Campos.