19 de Jan. de 2019 às 07:13

Acusado de matar companheira confessa que cometeu crime após descobrir traição

O crime ocorreu na madrugada desta sexta-feira (18), em Primavera do Leste.

Gazeta MT

Reprodução

O homem responsável pela morte da companheira, na madrugada desta sexta-feira (18.01), em Primavera do Leste (231 km ao Sul), foi preso pela Polícia Judiciária Civil. O suspeito, Gabriel Gomes da Silva, 25 anos, foi localizado por policiais da Delegacia de Delitos Gerais e Homicídio no começo desta tarde, tentando se esconder  na casa de um familiar, na cidade.

O suspeito, que é usuário de droga, alegou ter assassinado a companheira por ela estar mantendo um relacionamento extraconjugal. Ele será autuado no crime de feminicídio (assassinato de mulheres por questões de gênero, em função do menosprezo ou discriminação à condição feminina).  

Segundo levantamentos, Gabriel Gomes da Silva é réu em processo de homicídio cometido na comarca de Paranatinga.

A vítima, Grasiele Lopes, 22 anos, teve perfurações de faca nas costas e no tórax. Familiares relataram que a jovem estava convivendo com o suspeito há cerca de 3 meses, no bairro Padre Onesto Costa.

Os golpes de faca começaram na varanda da casa da vítima, mas ela correu gritando por socorro até a casa  da mãe que mora em frente. Ao abrir a porta, a moça caiu ao chão desfalecida. O Samu foi acionado e constatou o óbito.  

Dentro da casa, a perícia técnica localizou uma porção aparentando ser maconha e 30 pedras pequenas de material aparentando ser pasta base. A origem da droga será apurada.

A arma do crime, uma faca, e um pedaço de pano sujo de sangue foram apreendidos e serão encaminhados à perícia.

Após o término do auto de prisão em flagrante, o preso será apresentado em audiência de custódia.