10 de Jan. de 2017 às 18:45

Aprovados no concurso da prefeitura reivindicam as vagas

Manifestantes levaram cartazes e fizeram apitaço em frente à prefeitura

Cláudia Bouvie

 

Um grupo de aprovados no último concurso realizado pela prefeitura de Rondonópolis, foi em busca de respostas para a ocupação das vagas no serviço público.

Os aprovados que foram convocados em dezembro passado e posteriormente a justiça concedeu liminar à administração suspendendo a convocação, disseram que estão apreensivos com a possibilidade de perderem o direito.

Edilson Batista aprovado e líder da mobilização. Foto: Luan Dourado/GazetaMTUm dos representantes dos manifestantes, Edilson Batista, que foi aprovado para a vaga de assistente de apoio à gestão, disse que o grupo se sente excluído das negociações com a administração. "Nós fomos convocados em dezembro, providenciamos inclusive os exames médicos que custaram de R$ 1.000,00 a R$ 1.600,00. E agora, a quem recorreremos?", indagou.

Com cartazes e apitos, os aprovados fizeram o manifesto para chamar a atenção do prefeito José Carlos do Pátio. O procurador geral do município, Anderson Flávio de Godoi, recebeu a imprensa na sala de reuniões para explicar a situação e mostrar que não existem motivos para a preocupação dos aprovados. "Nós estamos aqui a seis dias e os secretários estão ainda analisando cada uma das Pastas. Lógico que as demissões de comissionados e contratados já começaram. Queremos tranquilizar a todos, com as necessidades os aprovados serão convocados para ocupar as vagas, isso é direito deles e dever do poder público. Mas todos precisam ter paciência".

Procurador geral disse que a administração precisa de tempo. Foto: Luan Dourado/ GazetaMTO procurador disse ainda que a única alteração feita até o momento foi a contratação via consórcio e Faespe, para que o setor de saúde não ficasse prejudicado. "Aos poucos vamos fazendo os ajustes, com certeza vamos honrar os compromissos que a administração tem para com quem se preparou, estudou e passou no concurso, mas tudo será feito na hora certa".