13 de Junho de 2018 às 08:25

Rachando oposição, W.F diz que não tem medo de Mauro Mendes

Gazeta MT

Pré-candidato ao Governo do Estado em 2018, o atual senador Wellington Fagundes -PR viu ruir, na última semana, sua estratégia de aglutinar importantes partidos em seu grupo político de oposição ao tucano Pedro Taques -PSDB. A confirmação do DEM de que o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, também seria candidato, encerrou os planos dos republicano.

Ambos, Fagundes e Mendes, disputam a eleição pela via anti Taques. Naturalmente, racham votos entre si, bem como partidos aliados. A exemplo, o senador perdeu, além do próprio DEM, a possibilidade de apoio do PDT e PSB. Mendes, entretanto, viu o PSD de Carlos Fávaro, pré-candidato ao Senado, fazer o caminho inverso.

 Nesta semana, Fagundes se pronunciou categórico. Disse não ter medo. "Eu tenho minha história", para ser mais preciso. "Não tenho que me preocupar com adversário, tenho que me preocupar com a consolidação do nosso grupo". Disse, ainda, que conversou pessoalmente com Mauro Mendes antes da confirmação da pré-candidatura democrata. "Nós nos reunimos ontem. Conversamos muito. Ele disse que gostaria de ser candidato (...) Não tem problema nenhum".

Questionado sobre uma possível desistência da disputa eleitoral, Fagundes seguiu no tom. Dispensou tal possibilidade.