19 de Junho de 2017 às 09:23

Maggi nega que tenha enviado emissário a Silval Barbosa na cadeia

Gazeta MT

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi -PP, negou que tenha enviado emissário em visita ao ex-governador Silval Barbosa -PMDB, solto da cadeia na última semana.

Passados 1 anos e 9 meses de reclusão, o leilão dos bens no montante aproximado em 46R$ milhões a serem devolvidos à Justiça, Barbosa passou para o regime domiciliar.

Declaração dada pelo advogado Marcos Dantas, que defende o ex-secretário da Fazenda, Marcel Cursi, apontou que tanto Maggi quanto o senador Wellington Fagundes -PR, teriam dado seus jeitinhos para manter contato com o colega ex-governador. Segundo o advogado, o senador fez visitas pessoalmente.

Fagundes ainda não se pronunciou sobre o ocorrido. Maggi, via assessoria, resolveu emitir nota. Vale lembrar: até pouco tempo, compunham o mesmo grupo político as partes envolvidas.

Abaixo a nota:

"Sobre as declarações feitas pelo advogado Marcos Dantas, responsável pela defesa do ex-secretário estadual de Fazenda, Marcel de Cursi, de que o ministro Blairo Maggi teria enviado emissário ao Centro de Custódia de Cuiabá (CCC), vimos a público rechaçar esta afirmação.

Em nenhum momento Blairo Maggi teria procurado o ex-governador Silval Barbosa e, muito menos, enviado emissário, por não existir motivos para isso. Entendemos, por fim, que essas informações inverídicas tem o claro propósito de prejudicar o bom andamento processual.

Assessoria jurídica do ministro Blairo Maggi"