12 de Junho de 2018 às 14:07

Médico de MT é preso por integrar grupo que desviou recursos da Saúde

Ação é realizada no Estado de Santa Catarina. Médico foi comunicado da ordem de prisão em uma clínica no centro de Sinop

Gazeta MT

Um médico teve mandado de prisão cumprido pela Polícia Judiciária Civil, na cidade de Sinop (500 km ao Norte), na manhã desta terça-feira (12.06). A prisão foi realizada pela Divisão Especializada de Roubos e Furtos da Delegacia de Polícia Sorriso (420 km ao Norte), em apoio à operação da Polícia Civil de Santa Catarina, batizada de Sutura, que apura desvio de recursos públicos na área da saúde.

O médico M.F.T  foi comunicado da ordem de prisão em uma clínica, no centro de Sinop, onde também os policiais cumpriram ordem de busca e apreensão, sendo apreendido um HD externo, pendrive e um celular.

Os trabalhos da operação são coordenados pela Divisão de Combate aos Crimes Contra o Patrimônio Público (DCCPP/Deic), por meio do Laboratório de Lavagem de Dinheiro (LAB-LD). O Ministério Público de Contas e Ministério Público Estadual da Comarca de Penha apoiam as ações. Os detalhes da operação serão repassados às 15h pela Polícia Civil de Santa Catarina.

Conforme o delegado de Sorriso, Eduardo Ribeiro, a Polícia Civil de Santa Catarina pediu apoio no cumprimento do mandado de prisão da operação que foi realizada hoje. "A equipe de investigação da Derf de Sorriso levantou as informações  e verificou que ele atendia em uma clínica de Sinop. Nesta manhã, às 6h, os investigadores deslocaram até Sinop e efetuaram a prisão do médico na clínica onde trabalha", disse.

Sutura

A operação, segundo a Polícia Civil de Santa Catarina, foi deflagrada para combater uma organização criminosa que desviava recursos públicos na área da saúde nos municípios de Penha e de Itapema. Tais desvios, segundo a polícia, aconteciam por meio de uma OS (Organização Social).

São cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão nas cidades de Penha, Balneário Piçarras, Joinville, Garuva, Timbó, Balneário Camboriú e Itapema.