14 de Nov. de 2017 às 13:40

Mais seis fugitivos da Mata Grande são recapturados em Rondonópolis

Trabalho da PJC levou aos reeducandos, escondidos em uma casa alugada

Gazeta MT

Junior Ronei Lemos, José Antônio da Silva, Carlos César Figueireido, Max William de Araújo Silva, José Carlos Coelho Rodrigues e ítalo Fernando de Moraes foram localizados na manhã desta terça-feira (14), em uma casa da Vila Lourdes, em Rondonópolis. Os presos fazem parte do grupo 27 de reeducandos que fugiram da Mata Grande.

A casa era alugada e estava sob os cuidados de Rafael Duarte da Silva, que foi preso suspeito de acolher os fugitivos. Equipes do Grupo de Operações Especiais e da DERF de Rondonopolis realizaram as prisões.

Ao todo, as Forças de Seguranças já conseguiram recapturar 16 dos 27 foragidos da última semana. Os seis foram encaminhados à delegacia e deverão retornar ao presídio.

Fuga

Os 27 detentos da Penitenciária Regional Major Eldo de Sá Corrêa, mais conhecida por Mata Grande, em Rondonópolis (MT), fugiram da unidade na madrugada de sexta-feira, 10. A fuga ocorreu após indivíduos explodirem o muro do presídio que ficou com um buraco de aproximadamente 4 metros de diâmetro.

De acordo com as informações, por volta das 1h10 minutos da madrugada, um grupo de criminosos chegou atirando nas guaritas onde estavam os agentes penitenciários. Os vigilantes que ficam nas torres revidaram e atiraram contra os acusados.

Outros suspeitos foram no muro, próximo ao raio 3, onde tinham em torno de 70 detentos, colocaram dinamites e explodiram o local. Aproximadamente 30 presos saíram correndo de dentro da unidade e conseguiram escapar. Quatro deles já foram recapturados.

Dois carros foram usados na ação.