18 de Julho de 2019 às 15:14

Vereador Abílio leva tapa na “cara” de servidor

Gazeta MT

O vereador Abílio Júnior (PSC) foi agredido com um tapa no rosto, por um servidor municipal da saúde. A agressão ocorreu durante um protesto dos servidores da saúde na Câmara Municipal de Cuiabá, na última terça-feira (16).

Abílio não era bem vindo na manifestação e leva tapa no rosto. Foto: Reprodução

Na ocasião, Abílio filmava a manifestação da categoria contra a suspenção do Prêmio-Saúde por decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCE). O TCE suspendeu o benefício em razão de uma representação feita pelos vereadores Marcelo Bussiki (PSB),  Diego Guimarães (PP), Dilemário Alencar (Pros), Felipe Wellaton (PV) e pelo próprio Abílio.

A denúncia foi realizada para suspender o Prêmio-Saúde ao Secretário de Saúde Municipal, Luiz Antônio Possas de Carvalho, mas a decisão acabou esbarrando em cheio nos 5 mil servidores que também tiveram o benefício suspenso. Assim que os vereadores da oposição realizaram a acusação, o secretário que recebia o valor de R$7 mil, abriu mão do Prêmio-Saúde. Enquanto o chefe da pasta de saúde se beneficiava com um valor expressivo, os servidores recebiam entre R$100 e R$ 300. Durante a filmagem, que passou a ser circulada apenas nesta quinta-feira (18) nas redes sociais, Abílio afirmou que dos 5 mil servidores, estavam ali presentes no manifesto, apenas "uns 150 comissionados a mando do prefeito Emanuel Pinheiro".