15 de Julho de 2019 às 16:11

Governo atende indicação de Thiago Silva para retomada de obra de Escola Técnica

A obra da escola estava parada desde 2009, e quando pronto o local poderá atender até 1,2 mil alunos.

Gazeta MT

O presidente da Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura e Desporto da Assembleia Legislativa, o deputado Thiago Silva (MDB), participou do ato de assinatura de ordem de serviço para o término das obras da Escola Técnica Estadual de Primavera do Leste. 
Além do Thiago, o ato foi acompanhado pelos deputados Nininho (PSD) e Janaína Riva e ainda contou com a presença do secretário de Ciência e Tecnologia de Mato Grosso, Nilton Borgato e do prefeito de Primavera, Léo Bortolin e demais autoridades. 
A obra da escola estava parada desde  2009, e quando pronto o local poderá atender até 1,2 mil alunos, o  prazo de conclusão  é para dois anos e o  investimento do estado para a obra é  de R$ 5 milhões. O lançamento da retomada das obras atende uma reivindicação da Comissão de Educação da AL e do deputado Thiago Silva que no início do mandado visitou a Escola e pediu que o Governo tomasse providências.  "Temos trabalhado junto ao governo do Estado para que essa obra pudesse ser retornada; fizemos gestão juntamente com a Deputada Janaina e o deputado Nininho para que a obra fosse reiniciada e agora vamos acompanhar a execução até a entrega, quero lembrar que o governador tem sido coerente e tem lançado obras com a garantia de terminar", disse o parlamentar, autor de indicação para a obra. 
Thiago ainda confirmou que está trabalhando também para garantir as obras na escola Sebastião Patrício. Ele disse que técnicos da Sinfra devem ir a Primavera para desenvolver o projeto para a licitação que deve ser realizada em breve. 
O deputado ainda lembrou que veio visitar o local, no começo do ano, a convite do vereador Manoel Mazzutti (MDB) que sempre estava cobrando a conclusão. "O deputado tem mostrado que tem compromisso com Primavera e lutado pela nossa região", disse o vereador do MDB.
O Prefeito Léo Bertolin destacou que quando as obras foram paradas o projeto não tinha chegado a 50% da execução e que a Escola será fundamental para o momento econômico do município que tem recebido indústrias. "O governador Mauro Mendes pediu para que Primavera fosse prioridade entre as obras das escolas técnicas e estamos lisonjeados pela escolha do governo pela retomada desta obra que vai ajudar a alavancar o desenvolvimento de Primavera", disse o prefeito.
O secretário Nilton Borgato reforçou que a Escola Técnica é necessária para dar qualificação para atender a indústria que está chegando a Primavera e ainda destacou que a obra não deve sofrer paralisações como no passado. "Vamos terminar, isso é compromisso do governador podem ter certeza que a parte do Estado será cumprida", disse.