13 de Março de 2019 às 09:14

Thiago Silva “rapa” verba indenizatória em fevereiro

Gazeta MT

O deputado estadual Ulysses Moraes -DC fez um levantamento sobre o gasto de cada parlamentar da Assembleia Legislativa do Estado -ALMT com verba indenizatória no mês de fevereiro.

Quase no pódio, o quinto maior gastão da AL foi o rondonopolitano Thiago Silva -MDB. Dos R$ 65 mil reais que podia usufruir em fevereiro, fez uso de generosos R$64.995,80. Economizou míseros R$4,20.

Conforme o levantamento, 23 dos 24 deputados usaram quase todo o montante de R$ 65 mil disponível. O petista Valdir Barranco gastou toda a sua verba; vários outros deixaram alguns centavos na conta.

EM TEMPO: O deputado Ulysses Moraes foi o que menos gastou: R$ 3.097,78. É dele o projeto levado no início de verereiro à Casa, que porvê o corte de 50% na verba indenizatória de todos os deputados e demais servidores de alto escalão no Poder Legislativo. Se aprovada a amedida, a economia pode ultrapassar R$ 57 milhões em 4 anos.

EM TEMPO 2: Um levantamento realizado pela ONG “Transparência Brasil” aponta que a VI paga aos deputados estaduais de Mato Grosso é disparada a mais alta do país, superando em 30% a segunda maior, destinada aos deputados de Roraima, no valor de R$ 50.000,00. Ainda segundo o levantamento realizado pela ONG, a média registrada do valor das verbas indenizatórias é de R$ 31.800,00.