10 de Out. de 2019 às 13:00

Russi cobra soluções para atendimentos suspensos em Regional e Santa Casa de Rondonópolis

Suspensão de especialidades está afetando atendimento a municípios assistidos, como o caso de Paranatinga, conforme o vereador Labiga.

Da Assessoria

Após receber a informação de que os hospitais Santa Casa e Regional de Rondonópolis suspenderam atendimentos em algumas áreas de especialidades médicas, o primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi (PSB), cobrou providências do governo do estado, durante a sessão plenária de terça-feira (8). Essa suspensão estaria afetando os municípios atendidos pelas unidades, conforme informou o vereador de Paranatinga Josevaine Silva de Souza (PSB), o Labiga.

Labiga afirmou que o Hospital Regional de Rondonópolis está, desde 2017, sem atendimento nas áreas de oftalmologia, urologia, vascular, cirurgia plástica, otorrino, hematologia, tomografia, endoscopia e raios-X.

“Falo em nome de toda região sul, que passa pela mesma dificuldade que Paranatinga. É muito difícil conseguir uma transferência direta do Municipal para o Regional. A população dessa região está sofrendo com essas dificuldades que vêm acontecendo”, alertou.

O Hospital Regional é credenciado a atendimentos de média e alta complexidade em saúde pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e dá assistência para 19 municípios de toda a região sul mato-grossense.

No caso da Santa Casa, as suspensões se estenderam às áreas de ginecologia, oncologia, cardiologia de alta capacidade, UTI neonatal, UTI geral e UTI cardiológica. Para o vereador, algo que agrava ainda mais a situação de pacientes do interior que precisam de atendimento.

“Estamos aguardando que o governo venha colocar essas especialidades para funcionar. Como vereador do município, sei que a grande maioria são pessoas carentes, que precisam e dependem do SUS”, complementou.

No uso da tribuna, o deputado Max Russi se posicionou quanto a essas situações, fez cobranças e se propôs a acompanhar todos os encaminhamentos.

“Essas são preocupações constantes e tenho a informação de que a bancada federal já disponibiliza recursos para que esses problemas possam ser amenizados. Estarei acompanhando e cobrando, para que possamos nos unir por essas causas”, assegurou.

Além de Rondonópolis, os municípios assistidos pelos hospitais são: Rondonópolis, Alto Garças, Alto Araguaia, Alto Taquari, Araguainha, Campo Verde, Dom Aquino, Guiratinga, Itiquira, Jaciara, Juscimeira, Paranatinga, Pedra Preta, Poxoréo, Primavera do Leste, Santo Antônio do Leste, São José do Povo, São Pedro da Cipa e Tesouro.