1 de Abril de 2019 às 09:09

Núcleo de Segurança do Paciente Santa Casa Rondonópolis

Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) está implantado na Santa Casa Rondonópolis desde 2017

Gazeta MT

Criado pelo Ministério da Saúde, o Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) está implantado na Santa Casa Rondonópolis desde 2017, conforme a portaria n° 529, de 01 de abril 2013 e em respeito às metas internacionais de segurança do paciente estabelecidas pela OMS (Organização Mundial de Saúde). O núcleo tem como objetivo promover a cultura de segurança do paciente na instituição, desenvolvendo ações que melhorem a qualidade da assistência prestada aos pacientes.

De acordo com estudos da Fiocruz (Fundação Oswaldo Crus), um a cada dez pacientes atendidos em um hospital sofre eventos adversos (incidente decorrente da assistência que resulta em dano não intencional ao paciente), entre eles: queda, administração incorreta de medicamentos, falhas na identificação do paciente, erros em procedimentos cirúrgicos, infecções e mau uso de equipamentos médicos. Um dos principais objetivos do Núcleo de Segurança do Paciente é implantar um conjunto de ações que garantam a ausência desses eventos adversos, ou que pelo menos minimizem esses riscos de danos desnecessários aos pacientes.

O Escritório de Qualidade da Santa Casa promove uma série de ações entre os colaboradores da instituição, com foco no núcleo de segurança do paciente desde sua criação, seus objetivos e desafios, com enfoque na importância da participação de todos os colaboradores da instituição no seu dia a dia.

Segundo César Dauzacker, enfermeiro e coordenador do Escritório de Qualidade, para que as ações implantadas pelo núcleo tenham sucesso é preciso a união e empenho dos profissionais atuantes na Santa Casa. "A segurança deve estar muito forte em nossa instituição, para que possamos desenvolver o nosso trabalho com qualidade e consequentemente oferecer uma melhor assistência às pessoas que aqui procuram", completa a enfermeiro.