9 de Abril de 2019 às 13:06

Claudinei alerta Eduardo Bolsonaro sobre atuação de facções na fronteira com a Bolívia

Deputado do PSL aproveitou a participação em evento agropecuário, na cidade de Primavera do Leste (MT), para discutir a segurança pública

Gazeta MT

Foto: Assessoria

 

Com a quinta edição da feira de agronegócio "Farm Show", em Primavera do Leste (MT), no último dia 4, o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) prestigiou o evento - promovido pelo Sindicato Rural do município - que visa integrar importantes setores ligados ao setor agropecuário. Também, estiveram presentes os deputados federais Eduardo Bolsonaro (PSL - SP), Nelson Barbudo (PSL - MT), José Medeiros (Pode - MT), entre outras autoridades.

Além da troca de informações com presidente do Sindicato Rural, José Nardes, sobre a feira que é considerada uma das 50 maiores do país que proporciona aos produtores do campo o acesso às novidades tecnológicas que favorecem o aumento do potencial produtivo e econômico da região, os parlamentares aproveitaram a oportunidade para discutir assuntos relacionados ao cenário atual da política em Mato Grosso e no Brasil.

Segurança Pública - Delegado Claudinei que foi considerado o quinto parlamentar mais votado no estado de Mato Grosso, apresenta um perfil político bem próximo ao de Eduardo Bolsonaro que foi reeleito em 2018 para a Câmara dos Deputados, sendo considerado o mais votado na história do país.

As propostas de ambos parlamentares no setor da segurança pública são bem correlatas quando o assunto é referente a redução da maioridade penal, fim do auxílio reclusão para presos, trabalho obrigatório para presos para remição da pena e o fim do indulto de Natal. Eles que são advogados por formação e exerceram atividades na segurança pública, sendo que Eduardo na esfera federal e Claudinei na civil possuem uma visão clara da realidade enfrentada pelos policiais para atender com êxito os trabalhos em prol da sociedade.

No encontro, Delegado Claudinei pontuou ao parlamentar federal sobre uma de suas principais preocupações no Estado, referente aos crimes dentro das penitenciárias que intensificam a atuação de organizações criminosas, em que é preciso a implantação de bloqueadores de celulares e detectores de metais no sistema prisional.

Crimes na fronteira - Outro ponto preocupante levantado pelo deputado estadual para Eduardo foi sobre a necessidade de intensificar a segurança na fronteira de Mato Grosso e Bolívia devido a entrada e saída de entorpecentes, como, também, veículos roubados e furtados - principalmente caminhonetes a diesel. "É preciso uma tratativa interna, para nos ajudar a articular essa situação junto com o Ministro da Justiça e, até mesmo, com o próprio presidente da República, Jair Bolsonaro. O foco é fortalecer a segurança com as forças armadas do Exército, como, também, da Força Aérea Brasileira (FAB). Acho importante, para diminuir a entrada de cocaína por via aérea com estes aviões clandestinos de crimes organizados", pontua o parlamentar.

Delegado Claudinei esclarece que alguns dos veículos roubados e furtados no Brasil, chegam a serem trocados por drogas no país boliviano. Ele avalia ser de suma importância às tratativas entre os dois países. "Então, é uma questão de forçar as parcerias entre o exército, aeronáutica e as instituições de segurança pública", ressalva.  

Eduardo Bolsonaro diz que há várias medidas a serem aplicadas diante das situações apontadas por Claudinei e que se coloca à disposição para avaliar a melhor forma de solucionar estas problemáticas no setor da segurança. "O Delegado não só falou sobre a fronteira, como, também, do setor penitenciário que as facções criminosas comandam no Mato Grosso, uma realidade vivida no país inteiro. O que podemos fazer para isso? Temos Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública), temos o Sérgio Moro... Enfim, várias medidas que podem ser tomadas", posiciona o deputado federal.

Claudinei considera que o encontro foi de grande valia, pois a sua gestão não caminha de forma isolada e, sim, aliada junto ao governo da presidência da República para fortalecer o PSL e para que as reivindicações da população mato-grossense sejam atendidas.