11 de Set. de 2019 às 08:46

Moralista sem moral ataca novamente

Gazeta MT

A senadora cassada Selma Arruda (PSL), aquela moralista sem moral que foi cassada por unanimidade pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) pelos crimes de caixa 2 e abuso do poder econômico, que usa dinheiro público para ir e levar assessores a eventos partidários, aquela que aponta o dedo para os erros alheios mas que é incapaz de aceitar os seus próprios, dessa vez resolveu atacar a ainda Procuradora Geral da República, Raquel Dodge, que emitiu um parecer nessa terça-feira (10) onde recomenda que a cassação do mandato de Selma passe a valer a partir do julgamento pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), antes mesmo da análise de eventuais embargos, e que sejam realizadas novas eleições para o cargo vago.

Como Dodge emitiu seu parecer em um espaço muito curto de tempo, como deveria ser sempre e como já aconteceu em outros casos mais famosos, eis que Selma Arruda decidiu direcionar sua metralhadora verbal contra a chefe da PGR e sugeriu que "há sério indicativo de que o parecer já se encontrava pronto, por encomenda, ou que a Procuradora Geral da República, Raquel Dodge, não tivesse mais nada a fazer, únicas hipóteses que justificariam tal concomitância". Ou seja: o errado é sempre o outro lado, Selma Arruda não erra!

O Buxixo acha que esse caso já está indo longe demais, se arrastando demais, pois é difícil de entender como uma pessoa sem o mínimo de traquejo para a política ganha uma eleição, assim como não entende como uma pessoa que cometeu crimes eleitorais e foi cassada continua à gente do mandato e, o que é pior, atacando outras pessoas e instituições como se fosse ela própria algum tipo de exemplo de retidão e caráter.