17 de Jan. de 2019 às 14:07

Novos servidores reforçam unidades da capital e do interior de MT

Eles atuarão nas unidades de Aripuanã, Colniza, Porto dos Gaúchos, Lucas do Rio Verde, São Félix do Araguaia, Porto dos Gaúchos e Vila Rica

Redação com assessoria Sesp/MT

Eles atuarão nas unidades de Aripuanã, Colniza, Porto dos Gaúchos, Lucas do Rio Verde, São Félix do Araguaia, Porto dos Gaúchos e Vila Rica. (divulgação Sesp/MT)O Sistema Penitenciário de Mato Grosso ganhou reforço com o ingresso de 164 novos profissionais que se formaram, nessa quarta-feira (16), em Cuiabá (MT), após concluir o curso de 490 horas. Agentes penitenciários e profissionais de nível superior nos perfis de advogado, assistentes sociais, enfermeiros e psicólogos passarão a atuar em unidades prisionais da capital e do interior do estado.

O secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, que também responde pela pasta de Justiça e Direitos Humanos, destacou a evolução profissional e estrutural do Sistema Penitenciário estadual nos últimos 10 anos. "Foi um crescimento substancial na formação de servidores e esses novos profissionais que hoje ingressam vão contribuir para reforçar essa eficiência e contribuir para a segurança das unidades, o que reflete no trabalho conjunto da segurança pública de Mato Grosso", assegurou.

O curso foi coordenado pela Diretoria de Ensino Penitenciário, com um quadro de instrutores qualificados que são convidados para ministrar formações em outros estados brasileiros. Com a evolução profissional, o Sistema Penitenciário se tornou referência em procedimentos e intervenções em recintos prisionais.

O secretário adjunto de Administração Penitenciária, Emanoel Flores, informou que os novos servidores vão reforçar o quadro de agentes nas unidades de Cuiabá, Várzea Grande, Aripuanã, Colniza, Porto dos Gaúchos, Lucas do Rio Verde, São Félix do Araguaia, Porto dos Gaúchos e Vila Rica, sendo que esta última unidade estava desativada por determinação judicial, passou por reforma e teve a interdição suspensa pela Justiça.

"Além do interior, fizemos a programação de agentes para atender a nova penitenciária que está em conclusão em Várzea Grande", informou o secretário adjunto. Até que a nova penitenciária, que terá capacidade para mil vagas seja concluída, os agentes designados para a unidade atuarão em Cuiabá.

O diretor de Ensino Penitenciário, Anderson Santana, frisou a importância da qualificação para os servidores, com disciplinas como direitos humanos, processo penal, administração pública aplicada ao sistema penitenciário nacional; armamento; munições e tiro; dinâmicas prisionais: espaços e interações; privação de liberdade no Brasil: modelo institucional e jurídico.

Além do curso de formação, a diretoria realizará ao longo do ano diversas qualificações específicas para servidores. "Com uma equipe treinada e se sentindo valorizada há mais rendimento nas atividades e os objetivos são alcançados em sincronia. "Se todos estão na mesma visão e tecnicamente preparados, conseguimos bons resultados, o que coloca Mato Grosso em destaque no quesito preparo de seus profissionais".

Participaram da formatura servidores da Secretaria de Justiça, instrutores da Escola Penitenciária, comandante-geral da Polícia Militar, coronel Jonildo José de Assis; deputados eleitos João Batista de Souza e Elizeu Nascimento e familiares dos formandos.