14 de Junho de 2017 às 08:12

Justiça tira ex-governador Silval Barbosa da cadeia

Após 1 ano e 9 meses e bens postos à disposição, enfim a liberdade

Gazeta MT

Prestes a completar o segundo aniversário de prisão, o ex-governador do Estado, Silval Barbosa -PMDB, sucumbiu à pressão. Solto após 1 ano e 9 meses atrás das grades, optou por colocar cinco bens à disposição da Justiça a título de pagamento aos danos supostamente causados aos cofres públicos. O valor total: R$ 46.624.690,30 milhões.

O bem mais valioso é a Fazenda Serra Dourada II, de 4,1 mil hectares, na zona rural de Peixoto de Azevedo. O imóvel rural é avaliado em R$ 33.144.381,55 milhões. Outra fazenda colocada à disposição, denominada Lagoa Dourada 1, é avaliada em R$ 10.497.101,23 milhões. A área, também na zona rural de Peixoto de Azevedo, possui 1,2 mil hectares.

O terceiro bem de maior valor colocado à disposição da Justiça pelo ex-governador é um imóvel localizado na Rua Amsterdã, bairro Rodoviária Parque, em Cuiabá. Ele foi avaliado em R$ 1.223.207,34 milhão. O ex-governador ainda disponibilizou a Justiça uma aeronave prefixo PT- VRX modelo EMB-810D. O avião é avaliado em R$ 900 mil.

Silval ainda disponibilizou um terreno na zona urbana de Sinop avaliado em R$ 860 mil. O lote tem 2,5 mil metros quadrados.

A decisão foi proferida pela juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Selma Arruda.  "No que diz respeito ao ressarcimento ao erário, propriamente dito, com o fito de evitar que eventuais alienações resultem em preços inferiores e em consequente prejuízo ao erário público, deixo consignado que o valor do ressarcimento será sempre o correspondente ao, preço obtido na venda, independente das avaliações trazidas pelos rás e deverá ser abatido dos valores a serem fixados em eventual sentença condenatória", destaca.

Silval Barbosa passa a cumprir a detenção em regime domiciliar. Além dele, o ex-chefe de gabinete Sìlvio César Correa Araújo, também contemplado, pôs à disposição um imóvel avaliado em R$ 472.916,03 mil.