5 de Fev. de 2018 às 14:14

Programa de política Socioambiental é implantado em Primavera do Leste

Objetivo é criação de política de responsabilidade socioambiental na rotina diária

Gazeta MT

Cuidar do meio ambiente e evitar o desperdício de materiais de trabalho, como o papel, lixo, água e energia elétrica que tem como matéria prima os recursos naturais, é tarefa de todos. Pensando nessa perceptiva foi lançado, na manhã desta segunda-feira, 5, o Programa Câmara Sustentável, que tem como meta a criação de uma política de responsabilidade socioambiental dentro dos princípios de economicidade e uso consciente de tudo que é utilizado na rotina diária.

O programa, segundo o presidente da Câmara Municipal, Miley Alves (PV), foi criado de forma democrática, com a participação de todos os vereadores e servidores. "O nosso objetivo é incentivar a gestão sustentável e fazer a nossa parte enquanto cidadão e sendo exemplo na sociedade. São gestos pequenos, que parecem não ter impacto, mas reflete a nossa responsabilidade de pensar no futuro, meio ambiente e economia do dinheiro público", salientou.

Durante a explanação do projeto, o presidente Miley, apresentou os gastos atuais com energia elétrica, água e papel de escritório. Para chamar a atenção dos servidores quanto a necessidade imperiosa de diminuir os gastos com energia, cada gabinete terá lembretes para apagar e desligar o ar condicionado e a luz. Parece uma medida desnecessária, mas, com o tempo vira hábito para o funcionário. Quanto aos papéis - que antes a destinação era o lixo - serão reaproveitados na confecção de rascunho, bloco de anotação e enviado para centro de reciclagem.

Alguns métodos foram colocados para os servidores como forma de minimizar o impacto no meio ambiente. Foi sugerido que sejam adotados como objetos pessoais permanentes as xícaras e copos, evitando dessa forma o uso de copo descartáveis, além disso, todo o lixo produzido na Câmara Municipal será utilizado no aproveitamento de lixos recicláveis.

Esse programa, segundo o presidente, tem grande influência na redução de custos e, principalmente no impacto positivo no futuro, com menos prejuízos para todos e para o meio ambiente. "Estamos contribuindo efetivamente para a sustentabilidade do planeta e essa iniciativa com certeza será disseminada em nossas casas e na sociedade, vai depender de cada um de nós".  A palestra e o café da manhã marcaram o início dos trabalhos do Poder Legislativo para 2018.