“Isso incentivou a administração pública a, com a justificativa de conter gastos com pessoal, desregulamentar a relação empregado-empregador”, diz trecho da nota do Conselho Regional de Enfermagem (Coren-MT) que criticou a prefeitura de Cuiabá

buxixo

Tv GazetaMT