9 de Fev. de 2018 às 14:49

Vereadores recebem representantes da Águas de Primavera

Reclamação de moradores motivou questionamentos dos legislativo sobre qualidade do serviço prestado em Primavera do Leste

Gazeta MT

Após os vereadores receberem constantes reclamações em relação aos serviços prestados pela concessionária Águas de Primavera e, o assunto da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) ter voltado à tona em tribuna na primeira sessão ordinária de 2018, o presidente da Câmara, Miley Alves (PV) propôs uma reunião, que ocorreu nesta quinta-feira, 08, com representantes da empresa. A pauta tratou especificamente do aumento na tarifa de água das residências do bairro Guterres, a má qualidade na recuperação do asfalto após a execução de algum serviço e outros assuntos pertinentes as reclamações.

Conforme o presidente, a Câmara Municipal entende que as reclamações da população são pertinentes e por isso os parlamentares têm cobrado uma postura diferenciada e definitiva da empresa responsável pelo sistema de água e esgoto.  "Somos representantes da população e temos a obrigação de buscar respostas para essas reclamações, que acontece de modo generalizado. A nossa intenção é que esses transtornos sejam solucionados".

O coordenador regional da Águas de Primavera, Fernando Lima, afirmou que a reunião foi fundamental para que a empresa tenha outro ponto de vista dessas reclamações, já que em muitas das vezes os usuários não procuram os canais disponibilizados para informar as demandas existentes - "são os vereadores que estão mais próximos da população e nós estamos à disposição para que os esclarecimentos e problemas sejam solucionados".

Em relação às principais demandas da população expostas pelos parlamentares, que reiteraram a busca por informações e o esclarecimento de dúvidas sobre o aumento da tarifas, Fernando Lima, explanou o resultado do trabalho desenvolvido no bairro Guterres - "é um loteamento que foi feito recentemente e como todo empreendimento novo há riscos de vazamentos. Existem no local 624 residências e apenas 15 apresentaram um consumo além do normal, disponibilizando atendimento itinerante e orientações sobre os vazamentos, que ocasionaram o consumo elevado".

Outro tema levantado pelos vereadores foi os problemas na recuperação do asfalto, quando há necessidade da empresa fazer um serviço que é necessário remover a pavimentação. O representante da concessionária afirmou que será feito um mutirão com o objetivo de identificar esse problema. "O nosso objetivo é prestar o melhor serviço, por isso, vamos verificar essas demandas pendentes. Os vereadores nos informaram de demandas que merecem nossa atenção. Faremos esse mutirão para realizar os reparos necessários, inclusive, nas recuperações já feitas nesse período de chuva".

Sobre a mudança da Lagoa de Tratamento, localizada atualmente, no Jardim Riva e que causa incômodo a população pelo odor, Fernando explicou aos vereadores que o tema já está sendo discutido com a Prefeitura. "É que precisamos de uma avaliação mais detalhada e estudos que demonstrem o crescimento de Primavera".

Participaram da reunião os vereadores Paulo Márcio, Paulo Donin,  Carlos Araújo, Luis Costa, Elton Baraldi, Carlinhos Instrutor, Manoel Mazzutti, Edna Mahnic, Carmen Betti, Iva Viana, Josafá Barbosa e Juarez da Loreta. 

CPI

Sobre instaurar a Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar supostas irregularidades no sistema de água e esgoto, os vereadores que propuseram a formação da CPI afirmaram que o processo não vai parar. O pedido é liderado por Josafá Barbosa, Kinha Juriti, Edna Manich, Carlos Araújo e Luis Costa.