31 de Out. de 2019 às 15:31

Preço do tomate cai e do abacate e banana maçã aumenta em MT

A cotação de preços dos principais produtos da agricultura familiar é realizada semanalmente

Da redação com Assessoria

O preço do tomate está em queda em Mato Grosso. No mercado atacadista, o preço do produto está 55% mais barato do que em relação da segunda semana de outubro. De R$ 90, no início do mês, a caixa com 20 kg está ao preço de R$ 40.

Foto: Reprodução

Segundo o levantamento semanal realizado pela Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf), a queda no valor comercializado deve-se à grande oferta do produto na Capital.

"Devido às altas temperaturas de setembro, o efeito do calor acelerou a maturação do fruto, e consequentemente fez crescer nesse final de outubro a presença do tomate no mercado", explica o engenheiro agrônomo da Seaf, Luiz Henrique Carvalho,

Ainda de acordo com a cotação realizada na Central de Abastecimento de Cuiabá, espaço que reúne produtos hortifrutigranjeiros comercializados no atacado e no varejo para restaurantes, supermercados e feiras livres, o jiló e o chuchu também estão com preços mais acessíveis. A caixa de 15 kg de jiló, há 15 dias era vendida a R$ 90. Hoje essa mesma quantidade custa R$ 60, uma queda de 33% no valor de comercialização. Esse mesmo percentual de redução foi registrado na caixa de 21 kg do chuchu, que reduziu de R$ 60 para R$ 40.  

Em contrapartida, foi registrado alta no preço do abacate e da banana maça. Esse último item subiu 22%, passando de R$ 45 a caixa com 20 kg para R$ 55. Já o abacate está sendo vendido a R$ 90 a caixa com 20 kg do fruto. Na 2ª semana desse mês era vendido a R$ 75, alta de 20%,

CotaçãoFoto: Reprodução

A cotação de preços dos principais produtos da agricultura familiar é realizada semanalmente, toda semana, a partir das 5 horas, por técnicos da Seaf, Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) e Prefeitura de Cuiabá. A pesquisa de preço leva em conta o preço mínimo, mais comum e o preço máximo dos produtos encontrados nas barracas em três horários distintos durante o período matutino.

Além disso, o índice de preço médio dos 48 principais produtos da agricultura familiar em 21 estados brasileiros podem ser conferidos no site http://www.prohort.conab.gov.br/