11 de Fev. de 2017 às 13:00

Estado confirma novas escolas para Lucas do Rio Verde

Das duas unidades escolares, a maior está dentro do projeto de Escola Modelo

Gazeta MT

Lucas do Rio Verde deve receber até o final de 2018 duas escolas públicas estaduais, por meio de uma parceria entre o Governo de Mato Grosso e a Prefeitura. A informação foi confirmada nesta quinta-feira (09), durante reuniões entre o prefeito de Lucas, Luiz Binotti, e o secretário de Estado de Educação, Marco Marrafon, e depois com o governador Pedro Taques.

Das duas unidades escolares, a maior está dentro do projeto de Escola Modelo e terá turmas em período integral. “Para a unidade menor será feito um convênio para o município construir e para escola maior o Estado entra com metade e o município com a outra metade”, explicou Marrafon.

Para otimizar o investimento no município, está sendo estudada a possibilidade de levar para a Escola Modelo dois cursos da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), com aulas no período noturno.

O gestor municipal de Lucas do Rio Verde saiu satisfeito dos encontros. “Foi um dia produtivo, acreditamos que devemos nos aproximar mais do Governo do Estado porque podemos fazer muito em parceria. Apesar de ser conhecido como um município rico, nossa renda per capta diminuiu, enquanto a população aumentou, criando uma demanda social”.

A infraestrutura também estava na pauta da reunião com o governador. O município propôs uma parceria para a construção das chamadas “agroestradas”, que ainda têm a participação de produtores rurais para a construção, e solicitou a reforma e iluminação do aeroporto da cidade, para que possa receber voos noturnos.

“Somos parceiros dos municípios para melhorar a qualidade de vida da população e levar mais investimentos para todas as regiões do estado. Recebemos e analisamos todas as demandas para que os prefeitos saiam com encaminhamentos de suas pautas”, frisou o governador.

Turismo

Ainda na quinta-feira (09) o governador Pedro Taques recebeu o prefeito de Pontal do Araguaia. Durante a reunião, realizada no Palácio Paiaguás, foram discutidas demandas no setor de turismo e infraestrutura para a região.

Para o prefeito, Gerson Rosa, a demanda mais urgente é a conclusão das obras na Avenida Universitária, que dá acesso à Praia da Arara. “É uma praia muito boa, principalmente na época de junho e julho e essa avenida é o principal acesso a ela, que é a melhor da região”, defendeu o gestor.

Taques destacou que, para melhorar a logística na região e, assim, atrair mais investimentos, foram enviados, em 2016, nove mil litros de diesel e R$1,2 milhão por meio do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab). “Além disso, estamos trabalhando em dois trechos da MT- 100, um eixo estruturante que corta a região do Araguaia”, afirmou o governador. Dos 52 quilômetros entre Torixoréu e Pontal do Araguaia, apenas 18 quilômetros estão pendentes. A previsão é concluir o trecho até o final de 2017.