16 de Jan. de 2018 às 09:58

Polícia Civil localiza em Itiquira jovem desaparecida na Capital

A investigação foi conduzida pelo Núcleo de Desaparecidos, e Núcleo de Inteligência, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa

Redação com assessoria PJC/MT

A Polícia Judiciária Civil localizou, na noite dessa segunda-feira (15), na cidade de Itiquira (MT) a universitária Maria Luisa Lotuffo Levy, de 19 anos, que estava desaparecida desde sábado (13). A investigação foi conduzida pelo Núcleo de Desaparecidos, e Núcleo de Inteligência, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A ação contou com apoio da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil e da Delegacia de Itiquira, além de policiais militares que atuam no município.

A estudante foi encontrada sem lesões aparentes, afirmando que havia saído de casa por vontade própria. Ela foi localizada em uma lanchonete próxima ao hotel em que estava hospedada, em companhia de um caminhoneiro que teria dado carona a jovem, no trecho de Rondonópolis a Itiquira.

A universitária teria saído da Capital também de carona com outro caminhoneiro, na madrugada de seu desaparecimento. Assim que tomou conhecimento da localização, a família da estudante que foi interditada judicialmente (diagnosticada com síndrome de borderline), se deslocou para o município para acompanhar a jovem.

O delegado titular da DHPP, Andre Renato Gonçalves destacou a união de esforços para a localização de Maria Luisa, que incluiu mobilização de unidades policias do Rio de Janeiro, Estado para onde a universitária chegou a comprar passagem aérea, não vindo de fato a embarcar.

"Assim que tomamos conhecimento da ocorrência, de pronto foram realizadas diligências ininterruptas, em diversas regiões do Estado, e fora dele, com o objetivo de localizar a estudante. Por meio de um trabalho de inteligência bem construído, e da união das forças policiais foi possível encontrá-la", destaca o delegado.