2 de Dez. de 2018 às 07:00

Cinco milhões e meio são injetados na economia local com o pagamento dos servidores municipais

São 2029 funcionários da administração direta, além dos que trabalham nas terceirizadas

Gazeta MT

Mesmo sendo um município que tem uma economia forte devido a agricultura de ponta que emprega um número significativo de pessoas, gera empregos, renda, os salários dos funcionários públicos municipais oxigenam o comércio, porque a maior parte desse montante fica na cidade e, especialmente porque é um salário que se paga no dia certo. Neste mês de novembro foi antecipado em um dia. Essa é a leitura do secretário municipal de Fazenda, Pedro Honorato.

Para o prefeito Léo Bortolin, pagar salário em dia é obrigação, entretanto enquanto alguns municípios atrasam seus compromissos com os servidores, "Primavera está literalmente em dia, inclusive, antecipando, porque entendemos que o sucesso da administração é o resultado da dedicação de cada um de nós, desde aquele colaborador que desempenha uma tarefa simples até os secretários, enfim, toda a equipe que nos auxilia, portanto, nos sentimos bem quando podemos retribuir de alguma forma".

Primavera do Leste tem 33 anos de emancipação política, um PIB acima da média, é um município atrativo porque a economia é plural - agricultura, setor de serviços e comércio fortes, indústria se firmando, portanto oferece oportunidades de emprego, de investimentos, entretanto o Poder Público tem grande influência na economia local. São 2029 funcionários da administração direta, além dos que trabalham nas terceirizadas, que gastam no comércio local e, o montante de mais de cinco milhões faz a diferença.