12 de Ago. de 2019 às 08:11

Lucimar e o risco de ser cassada

Gazeta MT

A prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM), esposa do senador Jayme Campos, do mesmo partido, está na corda bamba e corre o risco de ser cassada e afastada da prefeitura. Isso porque o Ministério Público Federal (MPF) apontou aumento nos gastos com publicidade da prefeitura da cidade na ordem de 584% em 2016, ano em que a democrata foi reeleita para o cargo.

No entendimento do MPF, os gastos excessivos com publicidade tiveram a função de "bombar" a imagem da prefeita no período pré-eleitoral, o que acabou por "macular as chances de igualdade entre ela e os candidatos adversos, já que referidas campanhas promovem sobremaneira a imagem da candidata às custas de dinheiro público", diz o órgão.

Lucimar teve o seu diploma eleitoral cassado em 2018, justamente por ter usado a estrutura da prefeitura para se promover, mas a decisão foi revogada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e o caso agora deve ser analisado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que deve apreciar o caso nos próximos meses.

Vamos acompanhar...